Adeus “Boechato”

“Ih já são 7h30, tá na hora do Boechato!”. Era minha frase de todas as manhãs. Como eu gostava de ouvir esse chatinho

Eu te chamava assim “Boechato”, de forma muito carinhosa. Mesmo com todo esse carinho, eu te achava mesmo beeeem chato, mas já estava acostumada. Afinal, era você no meu ouvido todas as manhãs informando e se tornando um amigo íntimo e querido. Foram mais de dez anos de relacionamento.

Continuar lendo