Assunto de família

O filme já levou o prêmio Palma de Ouro no Festival internacional de Cannes e está a caminho do Oscar.

Estreia hoje nos cinemas de todo Brasil o filme Assunto de Família. O filme traz a história de uma família de vigaristas que usam o furto como uma segunda fonte de renda. Sim, os ladrões trabalham. São operários dos meios de produção e isso me levou a refletir sobre as críticas que Marx fazia ao capital.

O diretor Hirokazu Kore-eda nos entrega uma obra completa em termos de narrativa, complexidade e sensibilidade. Abaixo meus comentários sobre essa belíssima obra de arte:

Mestrado: a semente germinou

TOPO IDEAÇÃO 500_200.png

Karla Nayra*

Sempre foi um sonho para mim fazer uma pesquisa de mestrado. Para algumas pessoas pode até ser o caminho natural da vida acadêmica, mas para mim foi mais que um caminho óbvio. Foi um sonho.

Quando criança, lembro-me de observar meu pai, professor, debruçado sobre seus livros durante várias madrugadas. Sua dedicação e concentração eram imbatíveis. Ele trabalhava como policial durante o dia e dava aulas para o ensino médio em uma escola pública do subúrbio aqui de Brasília à noite. Dois empregos, cinco filhos e uma gana admirável de vencer na vida. Meu exemplo (não chora, pai).

Continuar lendo

Aonde foi parar a história do negro no Brasil?

“A história do Brasil é uma história escrita por mãos brancas” Beatriz Nascimento (1942-1995)Cópia de 500px × 200px – Design sem nome (1).png

O ambiente não poderia ser mais repressivo. Entre 1964 e 1985, o regime militar deixou sua marca sangrenta no Brasil. Havia ditadura, racismo, machismo e outras injustiças acontecendo em nosso país. Apesar de controverso, este era o cenário perfeito para que uma jovem mulher, negra, acadêmica e intelectual explorasse suas ideias contrárias às repressões de seu tempo (e do nosso ainda hoje).

Continuar lendo

Você é o que você pesquisa

Sim, seu objeto de pesquisa diz muito sobre quem você é. Afinal, ele é parte das suas escolhas

“Aquele quem engana sempre encontrará quem se deixa enganar” (2).png

Há quem diga que empreender uma pesquisa de mestrado é mais difícil do que um doutorado. Na verdade, são dois anos nada sabáticos. Envolve muito foco, disciplina, dedicação e as vezes a vida social fica comprometida. Conheço muita gente assim.

Se sabemos que essa é uma jornada tão árdua, então porque queremos seguir com esse plano masoquista?

Continuar lendo

Por que Maquiavel continua atual?

Porque não se pode negar a condição humana, que ainda é a mesma.

O Homem em sua bolha não enxerga o mundo para além de si mesmo

Já vou logo dizendo: eu acredito no ser humano. Acredito que a maioria das pessoas são de bem. Deixo isso claro logo no início porque vou entrar em um debate crítico sobre a visão de Nicolau Maquiavel, relatada em sua obra O Príncipe.

O livro é uma obra que atravessou gerações. Desde o início da renascença na Florença Italiana do século XVI até os dias de hoje, a ideia de Maquiavel sobre o homem político se mantem viva na pele de muitos personagens da cena atual.

Com a chegada das eleições no próximo mês, não poderia haver momento mais oportuno para falar sobre isso. Vambora?

Continuar lendo